Plano Nacional das Artes

Apresentações Artísticas na Escola Dr. António Chora Barroso – Multiculturalidade e Direitos Humanos

O corredor e o anfiteatro da Escola E. B. 2, 3 Dr. António Chora Barroso adquiriram outras “cores” nos intervalos, pelas apresentações do 6º G e do 6º F.

No âmbito da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, lecionada pela professora Helena José, os alunos do 6º G trabalharam o tema da Multiculturalidade através de uma peça de teatro. Com a ajuda da professora de português, Filomena Rosa, os alunos pesquisaram e depois construíram um texto sobre este tema. Assim, “Maria”, uma exploradora portuguesa, foi “passando” por vários pontos do mundo, de barco, onde conhecia meninos de diferentes culturas, que a ensinavam sobre os seus costumes, muito diferentes dos nossos.

Uma vez escrito o guião, os alunos foram ensaiando com a Artista Residente do Agrupamento, Rita Santos, e contaram com a professora de educação visual, Helena José, para ajudar a fazer a cenografia da peça.

Assim, no intervalo das 10h, a peça foi apresentada, contando com a ajuda do professor de música para ampliar o som, através de microfones. No final, em jeito de conclusão, os alunos leram “Meninos de todas as cores”, de Luísa Ducla Soares, passando a mensagem “todos diferentes, todos iguais”.

Já o 6º F, também através da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, apresentou Estátuas Vivas, dispostas pelo corredor da escola.

Subordinada ao tema dos direitos humanos, a turma já tinha apresentado uma atividade às várias turmas da escola, bem como às funcionárias, no dia Mundial da Diversidade Cultural.

Desta vez, no intervalo das 11.45, os alunos ocuparam o corredor da escola, como Estátuas Vivas, representando alguns dos Direitos Humanos da Declaração Universal. Com a colaboração do professor de história, António Dias e da artista residente, Rita Santos, toda a turma construiu este trabalho. Sendo que, alguns trataram da parte visual, como os cartazes, enquanto outros alunos deram vida ao “palco” daquele espaço, criando uma exposição itinerante, na qual os alunos da escola, iam passando para observar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.