Escola Artur GonçalvesEventos e Atividades

Democracia para que te quero?

No dia 16 de maio de 2022 decorreu, na Escola Artur Gonçalves, a atividade «Democracia para que te quero?». Projeto, enquadrado no âmbito da Educação para a Cidadania, com a coordenação da rádio TSF e da Direção-Geral da Educação. O seu principal objetivo é levar os fundamentos da democracia às escolas, através de um debate radiofónico composto por 8 episódios de 40 minutos cada transmitido em antena e cerca de 2 horas de duração, nas escolas secundárias e com transmissão em streaming em www.tsf.pt. O programa – inspirado em programas da BBC Radio 4 – é formatado especialmente para alunos dos 10º ao 12º anos. Na Escola Artur Gonçalves os alunos da turma E do 12.º ano pesquisaram temáticas relacionadas com «os direitos coletivos». Concretamente foram debatidos, em dois painéis, moderados pelo Doutor Ricardo Alexandre, diretor adjunto da TSF e pela Doutora Mónica Dias, professora do curso de Ciência Política e Relações Internacionais no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica, um conjunto de assuntos selecionados pelos alunos no âmbito do tema aglutinador deste episódio. Na primeira parte do programa as alunas que representavam os respetivos grupos de trabalho, Maria Neves e Lara Vieira, trocaram argumentos nas seguintes questões: «Estado Providência ou Estado Liberal?»; «Qual o modelo fiscal mais justo: o imposto progressivo ou uma taxa única sobre os rendimentos?» e «pensar a educação: o cheque ensino ou o investimento na Escola Pública?». Na segunda parte do programa, as representantes dos grupos de trabalho foram as alunas Maria Leão e Leonor Lopes, e dedicaram a sua atenção a questões como: «a semana de 4 dias será possível de alcançar?»; «o rendimento básico incondicional é mesmo possível?» e «a revolução digital e o mundo do trabalho no futuro: subsidiar ou reconverter?». Os restantes alunos da turma que estiveram presentes tiveram oportunidade de efetuar intervenções ao longo do debate que enriqueceram esta sessão. No final, foi de forma unânime que se considerou que este debate revelou uma voz fundamentada dos alunos relativamente a este conjunto de problemas que estão no centro das preocupações do presente e do futuro das nossas sociedades democráticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.